Olá a todos! Após cinco dias fora de São Paulo (e sem acessar internet, ou seja, não li e-mails nem publiquei novidades no blog), estou de volta. Conforme o último post, eu estive no SBGames 2007, que ocorreu na Unisinos em São Leopoldo/RS.

Decidi dividir o report do evento nas seguintes partes:
1) Antes do evento: como foi sair de SP e chegar até o hotel onde fiquei hospedado em São Leopoldo;
2) Dia 1: dia de credenciamento, primeiro keynote speaker, primeiras impressões, conhecendo Unisinos e RS;
3) Dia 2: Soren Johnson e a IA de Civilization IV, papers, tutoriais, festa Abragames incluindo a premiação do Festival de Jogos Independentes;
4) Dia 3: cansaço, Sony (SCEA) no Brasil e fim de evento;
5) Após o evento: de São Leopoldo para Gramado, Gramado para Porto Alegre, Porto Alegre para São Paulo. Conclusões finais.

Acho que com essa divisão há um alívio tanto para quem for ler o report como para quem está escrevendo. Claro que para os leitores isso pode ser ruim porque vão ter que aguardar eu escrever o report inteiro (e não vai ser algo de um dia pro outro, já avisando de antemão).

Ok, começando: porque falar sobre a ida até o evento e não apenas do evento em si? Acho legal compartilhar a experiência para que aqueles que pretendem ir às próximas edições do SBGames já saibam o que pode acontecer antes, durante e depois do evento. Claro que coisas diferentes acontecem com pessoas diferentes, mas ainda assim qualquer ponto de vista e experiência é válido.

Em primeiro lugar, uma vez que o evento foi em São Leopoldo/RS e eu nunca tinha ido pra lá (nem pra qualquer cidade de RS), como me virar pra chegar até o local? Como durante o expediente não pude sair caçando agências e vôos, a melhor opção pra mim foi contatar a agência de turismo parceira do evento, a Pegatur. Liguei para saber valores, datas e horários e rapidamente recebi todas as informações via e-mail. Como ia com um amigo e outro já estaria em Porto Alegre, pedi cotação para apartamento triplo de hotel em São Leopoldo. Fui atendido durante toda minha estadia em RS pela Vanessa Morschel e não tenho nada a reclamar – fui sempre muito, muito bem atendido e ela ajudou bastante na viagem, inclusive com dicas para passeio.

Para se ter uma idéia de gasto referente transporte e estadia: o vôo de São Paulo para Porto Alegre (21:45-23:15) custou R$ 289,00 + taxa de embarque e por sorte consegui uma promoção da Gol de volta (POA-SP, 17:10-18:40) por R$ 100,00 + taxa de embarque, o que totalizou R$ 428,24 de transporte aéreo. A diária do hotel Lábor Executivo foi de R$ 137,50 (apto. triplo) – como ficamos 3 dias neste hotel, cada um pagou uma diária. A Vanessa também nos forneceu a opção de transfer (marcado para 00:20) do Aeroporto POA para o hotel em São Leopoldo por R$ 15,00 por pessoa. O total inicial então ficou R$ 580,74.

Mas, pra variar… O vôo de ida teve problemas devido a um “degrau” na pista do aeroporto de Congonhas (segundo o comandante do vôo, que fez até comercial sobre o Neston Aveia Plus antes de partir). Sim, aquele mesmo aeroporto em que há um tempo atrás o vôo TAM 3054 atravessou uma avenida e acabou se chocando com um prédio, explodindo e matando toda a tripulação e passageiros a bordo, além de outras pessoas presentes no local do acidente. Realmente, aquele aeroporto é uma porcaria, a pista muito mal conservada! Depois de mais de uma hora de atraso, checagem no avião e comentários bizarros do comandante (quando o avião passou novamente no degrau, ele soltou um “Vocês sentiram? Então, esse é o degrau que comentei há pouco tempo atrás, para quem duvidava de mim.”), fomos pra pista de decolagem. Quando finalmente íamos decolar, as turbinas desaceleraram e o comandante nos informou: “infelizmente passou-se um minuto das 23hs e portanto, por mandado da Justiça Federal, não podemos decolar e o vôo foi cancelado. Pedimos desculpas pelo ocorrido.” Pois é. Vôo cancelado pois agora é proibido decolagens após as 23hs no aeroporto de Congonhas. Pra contornar o problema, a empresa forneceu transporte até o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (cerca de 40 minutos de Congonhas). Só decolamos efetivamente quando já era quase 1h da manhã. Chegamos ao aeroporto de Porto Alegre as 03:30. Acabei perdendo o transfer até o hotel e tive que pegar táxi. R$ 80,00 divididos entre eu e meu amigo. Ou seja, mais R$ 40,00 nos gastos, além do atraso de mais de 4 horas. Ah sim, entrei no quarto só depois das 4h da manhã.

Como vi que ia perder o transfer, liguei para a empresa responsável pela van que iria nos levar até o hotel informando o problema do vôo e eles falaram que era pra eu pedir reembolso na Pegatur. Nem precisei fazer isso e no dia seguinte recebi uma mensagem da Vanessa pelo celular pedindo pra passar na agência para pegar o dinheiro referente o transfer perdido (a agência fica dentro da Unisinos). Com essas mudanças, o valor gasto no primeiro dia com transporte e estadia foi de R$ 605,74.

Quase 5hs da manhã, hora de dormir um pouco porque às 8hs começava o credenciamento do SBGames na Unisinos. E em que parte da Unisinos ocorreria o evento?